20 julho, 2007

Sitting too close

to the Television

5 comentários:

Mike disse...

Gostei. E muito. Dá que pensar. E muito.
Ah, não tão importante neste caso, mas quem despreza um packaging cuidado? Plasticidade das imagens, direcção de arte e editting irrepreensível.

L. Rodrigues disse...

Tem uns bons 12 anos, isto. Ou mais.

Mike disse...

Ainda por cima...(ia escrever mais qualquer coisa mas reparei que o mais novo acabou de pintar as pernas e os braços com canetas de feltro... malvado. See you. ;)

Mike disse...

Alguns riscos sairam, outros hão-de sair. Paciência. Ia-te eu a dizer que, de certa forma sinto que essa "coisa" me passou e passa ao lado. Para além de ver muito pouco televisão, mesmo muito pouca, convém lembrar, por exemplo, a diferença abismal entre mim e os meus filhos, principalmente os mais novos, os da era dos "Morangos" e do Canal Panda. É que eu, quando me vim embora de Angola com 15 anos não tinha televisão. E telefone, lembro-me de o terem instalado em casa dos meus pais quando para aí 12 anos. Deixa as suas marcas, quer se queira, quer não.

Mike disse...

Falta aí um "tinha".