16 outubro, 2008

Só para dizer

Que acabei ontem de ver a 5ª e última série de The Wire.

Acaba como começa. Porque afinal, o mundo não é feito de heróis e vilões mas de contextos sociais e económicos e por instituições e nada disto muda apenas porque fulano foi preso, sicrano resolveu um crime, ou Cyrano conquistou Roxanne. Por isso, quando a poeira finalmente assenta, o lugar deixado por uns porque subiram em glória ou cairam em desgraça, é ocupado por outros, e tudo fica na mesma.

Pelo menos, até à crise financeira.

4 comentários:

mike disse...

Qual, L.? A próxima crise?
Mas a série pelo menos acaba bem? O mocinho casa com a mocinha e vivem felizes (logo se verá se é para sempre), e os vilões pagam as favas bem pagas, com direito a prisão? Curiosidade, só para saber se não é tudo como a crise, bolas.

L. Rodrigues disse...

OK. Spoilers Ahead:

O Mocinho, de certa forma, morre.
Os vilões, uns pagam com direito a prisão, mas só os que puxam o gatilho, os que mandam nem por isso.

Quanto à crise, falava desta, já que a série é anterior aos ultimos desenvolvimentos (que a crise em si começou há um ano, mais coisa menos coisa).

Once disse...

ora ora .. tudo na mesma afinal :)
Nada que se compare ao sucesso de Cyrano obviamente!

Bom fim-de-semana Caro L.

Filipa Carmona disse...

«A telefonia da minha fundação era mais uma Telefonia Sem Fio»

TELEFONIAS INEXTINGUÍVEIS