31 março, 2009

A Carta

Será que os lideres mundiais a leram?
E será que os G20 ainda vão a tempo de a ler?

"Dear world leaders:
The winter of 2008-2009 will prove to be the winter of global economic discontent that marks the rejection of the flawed ideology that unregulated global financial markets promote financial innovation, market efficiency, unhampered growth and endless prosperity while mitigating risk by spreading it system wide.


...

This new international financial architecture will aim to create (1) a new global monetary regime that operates without currency hegemony, (2) global trade relationships that support rather than retard domestic development and (3) a global economic environment that promotes incentives for each nation to promote full employment and rising wages for its labor force. "

Henry CK Liu, et all, Asia Times.



O proposto é uma revisitação das propostas de Keynes para Bretton Woods, que nunca foram devidamente consideradas, dada a posição de inferioridade da Grã Bretanha, devedora dos EUA, na altura dos acordos.

Algo que George Monbiot, citado lá mais abaixo, prescrevia no seu "Age of Consent" que tive o prazer de ler.

3 comentários:

paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
paula disse...

Boas Designorado

não ignorei as tuas propostas.
Fui ler G. Monbiot como sugeres.
Afinal, estamos a sofrer as consequências
da revolução industrial.
Nunca no mundo houve quantidades tão elevadas de emissões de carbono como nesta época.
Era queimar carvão à "maluca".
Fico descansada de duas maneiras:
1. sofrerei pouco,
porque a minha longevidade não vai aos mil anos,
2. continuo na minha pegada ecológica
e de forma altruísta,
pensando no futuro, não dos meus netos,
mas dos que cá habitarão daqui a centenas de anos.

O pior,
é os grandes decisores saberem disto mesmo e, assim, estarem-se nas tintas para as consequências a curto prazo. Dos filhos, dos netos ou dos bisnetos.

Abraço forte

Anónimo disse...

Designorado

antes desta Páscoa

renovo-me e quero levar-te comigo nesta renovação.
Descobri pela mão de um respeitado intelectual uma informação bombástica, que defendo mas que tinha dificuldade em me fundamentar devidamente.

Se quiseres, vai a http://mitos-climaticos.blogspot.com/

Começa assim,

SEGUNDA-FEIRA, ABRIL 06, 2009

Gato escondido com o rabo de fora
Muito sorrateiramente, o Hadley Centre apresentou recentemente as curvas das temperaturas médias globais entre 1850 e 2008 com modificações, ou actualizações, como se queira chamar-lhes.

Convém recordar que o Hadley Centre é o pilar básico do IPCC para a compilação das temperaturas que apresenta. A propaganda do IPCC baseia-se na fé que tem nestas curvas, reproduzidas pela OMM (Organização Meteorológica Mundial) organismo da ONU que tutela o IPCC.

Estas curvas actualizadas deveriam envergonhar os jornalistas, os organismos oficiais e os políticos envolvidos no embuste do “global warming”. Se tivessem pudor deveriam confessar que têm andado a enganar a opinião pública. (...)

Abraço e Santa Páscoa

P