21 novembro, 2007

Amiguismo

Desde logo devo dizer que nunca fui grande leitor de poesia. Claro que gosto de poesia. Da janela do sitio onde trabalho, por exemplo, o céu e o rio escrevem um verso diferente a cada 10 minutos, e eu leio-os com prazer.
Mas poesia enquanto género literário nunca me atraiu particularmente. Por outro lado gosto de canções, que mais não são do que poemas com andaimes.

Serve esta desintrodução para dizer que provavelmente não teria comprado o livro do meu amigo João Vilallobos, se não fossemos amigos.

Mas o livro do João é para mim mais um exemplo de que até num livro de poemas é possível encontrar poesia. (Eu costumava encontrá-la mais facilmente na prosa de Ray Bradbury, por exemplo).
Na minha modesta opinião, é o tipo de escrita que as mulheres gostam e os homens invejam.
Acho-o muito recomendável e por isso aqui o recomendo.
Chama-se "As mulheres bonitas não viajam de autocarro".



E deve ser comprado aqui.

9 comentários:

Mike disse...

E por falar em amigos, o meu amigo é um poeta... o céu e o rio escrevem um verso a cada 10 minutos e que tu lês com prazer? deves é estar virado de frente para uma mulher que não viaja de autocarro... canções são poemas com andaimes? cá para mim já te apaixonaste por ela... até num livro de poemas é possível encontrar poesia? ah, já sei, ela é a Ray... Ou és um poeta, ou és redactor publicitário ou juro-te que davas um bom account, que já me vendeste As mulheres bonitas não viajam de autocarro. E ao contrário do teu caso, não há nenhum amiguismo aqui, apenas reconhecimento. E com esse remate do tipo de escrita que as mulheres gostam e os homens invejam, puseste a cereja em cima do bolo. Só não o compro aí... hábitos de velho... gosto de os folhear mesmo sabendo que os vou comprar

Once In a While disse...

ómessa! as mulheres bonitas não andam de autocarro? .. já não compro!

;)

Once In a While disse...

.. agora s sério: gostei da introdução caro l. rodrigues .. afinal o professor tem por vezes uma escrita mais leve e intimista .. :)

L. Rodrigues disse...

Mike, na verdade desconheço se a "Livro do dia" distribui nas livrarias, ou se tem loja própria algures. Folhear é bom, sim senhor.

Mas vou tentar descobrir, ou o próprio autor virá aqui dar uma ajuda.

L. Rodrigues disse...

Cara Once,
por profissão, a escrever, tenho que ser um camaleão. Se este blogue nunca foi muito intimista, foi porque nunca achei (nem acho) que a minha intimidade seja especialmente interessante.
Posso estar enganado. Pelo sim pelo não vou olhar para a gaveta roupa interior quando chegar a casa, só para confirmar.

Once In a While disse...

deixe lá a gaveta que aposto está desarrumada (risos) e brinde-nos de vez em quando com estas palavras mais mais ..
brincava meu caro ;)

Mike disse...

Então diz lá ao ilustre autor que aqui venha para de viva escrita lhe dar os parabéns antecipados pela ousadia de se lançar a uma escrita que as mulheres gostam. E não és intimista e pronto (risos). E de caminho, cara Once, as mulheres bonitas não viajam de autocarro, mas há algumas que andam ;)

João Villalobos disse...

Obrigado pelos comentários e ao Luís também pelo comentário (apesar de pouco sustentado o porquê da excepção :). A Livro do Dia tem livraria em Torres Vedras. Fora disso, ainda não começou a distribuição. Abraços a todos

Mike disse...

O prometido é devido: parabéns João (aqui de viva escrita ;))